O Conhecimento dirige a prática, no entanto a prática aumenta o conhecimento (Thomas Fuller)
Compartilhar conhecimento prático está em nossa essência
estresse dos colaboradores durante a crise do coronavírus

Como lidar com o estresse dos colaboradores durante a pandemia do Coronavírus?

A pandemia de coronavírus está causando estresse a todos, incluindo as pessoas que precisam se dividir entre cuidar da casa, dos filhos e das suas tarefas no trabalho.

Eles podem ter dificuldades para realizar o trabalho nas condições atuais, seja por falta de uma acomodação que permita o conforto de trabalhar remotamente ou pela dificuldade de adaptação da nova rotina.

Existem muitos fatores estressantes que os líderes não conseguirão corrigir para os seus colaboradores, neste momento. No entanto, existem maneiras de suporte e compreensão que podem facilitar a vida profissional. Continue lendo para entender!

Como o trabalho pode aumentar o estresse dos colaboradores durante uma pandemia?

Existem alguns fatores que têm bastante potencial para causar estresse aos colaboradores durante esse período de pandemia, em que todos estamos em casa:

  • Alta demanda de trabalhos com prazos difíceis de serem cumpridos, sem levar em consideração a situação pessoal dos colaboradores;
  • Falta de controle das tarefas e sobre como elas devem ser realizadas pelos colaboradores, ocasionando um alto número de revisões e correções;
  • Falta de suporte, assumindo que não há nenhum problema se nenhum colaborador levantar preocupações, ignorando que o medo de ser demitido pode ser maior do que a coragem para fornecer feedbacks;
  • Não ser claro sobre as expectativas e o papel dos colaboradores durante esse período;
  • Relacionamentos conturbados com os colaboradores, colocando as equipes sob pressão ou não resolvendo problemas rapidamente;
  • Não comunicar mudanças ao time, fazê-lo no último minuto ou não fazê-lo claramente, como ao criar processos externos que afetam todas as atividades e o futuro da organização, mas sem comunicar que isso está acontecendo ou envolver outros times.

Embora muitos funcionários estejam enfrentando tensões adicionais em sua vida doméstica, não se espera que os gerentes resolvam os problemas pessoais de cada indivíduo. 

No entanto, eles podem estar cientes da situação de um membro da equipe e de como as demandas de trabalho podem criar um nível de estresse incontrolável.

Entendendo isso, fica claro que, no topo de qualquer estresse relacionado ao Coronavírus, está a vida em casa das pessoas, a preocupação com os membros da família ou ter filhos pequenos em casa, quando é preciso se dividir entre cuidar deles e do local de trabalho.

Também vale lembrar que os gerentes não estarão mais imunes ao impacto do estresse do que sua equipe. Aqui, a liderança dos níveis mais altos da organização será importante para definir expectativas. Se houver uma mentalidade de carinho e compreensão no nível do conselho, isso será filtrado.

As medidas que os líderes podem adotar incluem a definição de políticas de RH justas e consistentes, apoiando e fornecendo comunicação positiva, honesta e regular, tomando medidas para manter seus funcionários seguros e reavaliando prioridades e metas. 

5 maneiras de mostrar apoio e compreensão aos colaboradores

#1: Atualize a sua política de licença médica durante a pandemia

O período de quarentena recomendada em caso de suspeita de Covid-19 é de 14 dias e os colaboradores precisam saber disso, para a sua saúde e dos outros.

Lembre-se de que o coronavírus pode deixar as pessoas doentes por semanas, principalmente se tiverem complicações no seu quadro clínico.

Por isso, você pode criar uma política inclusiva de licença médica que represente o Coronavírus e comunique claramente aos seus colaboradores, para que eles saibam que o seu trabalho ficará seguro, caso eles fiquem doentes.

#2: Ofereça acomodações razoáveis aos seus colaboradores

Devido às mudanças provocadas pela pandemia, alguns colaboradores que não precisavam de acomodações no passado, podem de repente descobrir que precisam de uma cadeira mais confortável, uma mesa mais espaçosa ou algo do tipo.

E qualquer colaborador que esteja enfrentando essa nova barreira para realizar o seu trabalho, provavelmente está sentindo um estresse adicionar agora.

À medida que a vida muda rapidamente, os colaboradores podem não estar pensando em todas as opções disponíveis, portanto ao saber que você atenderá às necessidades deles, ao oferecer uma cadeira mais confortável do escritório, por exemplo, pode ajudar bastante a reduzir o estresse do dia a dia.

3. Promova eventos sociais virtuais para ajudar a reduzir o estresse

Passar um tempo com outras pessoas durante uma pausa para o café ou um happy hour, mesmo que seja de forma virtual, pode ajudar a reduzir os sentimentos de estresse e ansiedade.

E, ao manter as pessoas conectadas, você ajudará os seus colaboradores a se sentirem mais à vontade para entrar em contato quando for necessário.

#4: Seja inclusivo ao compartilhar informações

Certifique-se de manter os seus colaboradores informados sobre qualquer mudança importante na empresa, por meio de métodos acessíveis de comunicação.

Por exemplo, compartilhe informações importantes por escrito, como por e-mail, mesmo que você anuncie depois durante uma reunião.

O formato escrito permite que os funcionários revisitem as informações e tenham tempo para processar e responder depois. 

Também pode ser útil para funcionários com deficiência visual que utilizam a tecnologia de leitura de tela. Considere usar uma mistura de palavras e imagens para transmitir informações.

#5: Minimize as alterações quando possível

As rotinas da maioria dos funcionários foram alteradas pela pandemia do Coronavírus e para pessoas com certos tipos de deficiência, como o autismo, a mudança pode ser ainda mais difícil do que para os seus colegas de trabalho.

Os colaboradores podem precisar trabalhar em um novo local, mas talvez você possa continuar se reunindo no horário normal.

Se eles precisarem alterar o seu horário de trabalho, verifique se você consegue manter alguma consistência na qual as pessoas estão trabalhando juntas ou oferecer maneiras de as equipes permanecerem em contato. 

Quando for necessário fazer alguma mudança, certifique-se de comunicá-las claramente. Peça aos colaboradores quais são as suas preferências e sugestões e entenda que alguns funcionários podem levar mais tempo do que outros para se adaptarem às novas rotinas.

Durante esse período incomum, as empresas devem permanecer focadas na inclusão da deficiência – mesmo com tantas prioridades novas e concorrentes. Uma cultura inclusiva ajudará sua empresa a enfrentar a tempestade, permitindo que todos os seus funcionários prosperem.

Gostou desse conteúdo? Aproveite para ler também sobre burnout no home office e como os colaboradores podem desenvolver essa síndrome, mesmo trabalhando em casa. Boa leitura!

shares