O Conhecimento dirige a prática, no entanto a prática aumenta o conhecimento (Thomas Fuller)
Compartilhar conhecimento prático está em nossa essência
sobre ser relevante

Barros e FDC + Colmeia Modas: uma história de performance, resultado e relacionamento

Há 27 anos no mercado, a Colmeia Modas é uma marca de moda feminina voltada para mulheres, que já conta com 18 lojas próprias, 1 loja virtual, 3 parceiros e 3 lojas de varejo nos principais shoppings de Fortaleza e Maranguape, além de estar presente em 11 estados do Brasil.

Com o crescimento da organização, a empresa sentiu a necessidade de procurar por um apoio externo que ajudasse a otimizar a gestão e impulsionar a sua performance. A busca rendeu frutos e a parceria com a Barros e Fundação Dom Cabral já vem revolucionando a Colmeia há quase 8 anos.

E é a história dessa colaboração que a Celeste Girão, Diretora e CEO, nos conta!

Como iniciou a parceria da Colmeia Modas com a Barros e a Fundação Dom Cabral?

Já fazem quase 8 anos que temos o prazer de ter a Colmeia Modas como cliente Barros e Fundação Dom Cabral, mas, segundo Celeste Girão, que é a atual Diretora e CEO da empresa, antes disso ela já havia ouvido falar do trabalho realizado em outra organização e ficou interessada em conhecer mais.

No entanto, ao passar pelo processo de entrevista para ingressar no PAEX (Programa Parceiros para a Excelência), ela foi informada que a Colmeia ainda não tinha o perfil ideal para o programa, porém ela poderia participar do PDD (Programa de Desenvolvimento de Dirigentes).

Leia também: Conheça o Paex, Programa Parceiros para a Excelência, da Fundação Dom Cabral.

Ao longo dos anos, Celeste foi conhecendo as ferramentas da Barros e FDC e sendo entrevistada para que soubéssemos se a Colmeia Moda estava com o perfil ideal para iniciar o PAEX. Quanto este momento chegou, então começaram os trabalhos na organização.

O início de tudo

Celeste cita que, após o início da implantação do planejamento estratégico dentro do PAEX, este momento foi, “para a Colmeia, quando passaram a ter uma empresa de verdade, pois a FDC estruturou todos os indicadores, fez ter uma noção melhor da gestão e deu a oportunidade de treinar as pessoas.”

Além disso, ela ainda comenta que o crescimento da organização foi muito grande, tornando-a uma empresa consolidada. Afinal, a Colmeia era uma empresa familiar que era gerida no achismo.

Porém, com o fechamento da parceria com a Barros e FDC, a organização começou a trabalhar de forma mais clara, com planejamento, indicadores e sabendo o que está fazendo.

Quais foram os benefícios para a Colmeia durante a parceria com a Barros e Fundação Dom Cabral?

Falando em benefícios, Celeste cita a estruturação da organização, possibilitando que os diretores consigam planejar e acompanhar o que foi planejado.

Além disso, ela destaca fortemente o apoio que a Barros e Fundação Dom Cabral dão à Colmeia, principalmente no sentido de ter pessoas a mais para olhar para a sua empresa, além dela mesma, como os professores da FDC, os Gestores de Relacionamento da Barros e até mesmo o próprio CEO da Barros.

Para ela, esta é a grande diferença do PAEX e da Barros e FDC, pois o CEO e Diretores da empresa não tocam o negócio sozinhos. Veja o que ela disse:

“Tem gente pensando no negócio com a gente e isso faz toda a diferença. Pra mim, é a parte fundamental do apoio que a FDC dá.”

Além disso, a visão estratégica que o PAEX proporciona às organizações é o que realmente transforma, pois as lideranças saem do operacional e partem para o estratégico, pois uma visão de fora observa a organização de forma mais sistêmica e consegue ajudar a impulsionar o crescimento.

Ainda falando dos principais benefícios proporcionados, Celeste comenta que, ao entrar no PAEX, “você está inserido o tempo todo nas mudanças do mundo, principalmente com os Comitês de Presidentes e PDAs”, pois a Barros e FDC ficam o tempo todo instigando e promovendo inovação.

“Quando você está só na sua operação, você fica no seu mundo. Ela [a Barros e FDC] lhe conecta com várias pessoas, histórias que estão acontecendo naquele momento, seja uma rede de relacionamento, seja uma inovação que está surgindo ou as monitorias,” ela comenta.

Indo muito além…

Além destas possibilidades, Celeste ainda destaca as monitorias como uma “oportunidade de pensar fora da caixa.” Nelas, as organizações focam em uma problemática com o apoio de um professor especializado, que está pensando somente na sua empresa naquele momento e fornece diversos insights poderosos.

Portanto, de acordo com Celeste, as monitorias podem ser consideradas “uma mola propulsora para o crescimento, pois ajuda muito no crescimento.”

Falando em sentimentos

Confira na íntegra a fala de Celeste Girão, Diretora e CEO da empresa Colmeia Modas, clientes PAEX há quase 8 anos:

“Eu sou muito grata ao pessoal da Barros, eu sempre fui cuidada com muito carinho, como empresa. O sentimento que eu tenho é de carinho, gratidão e suporte. Eu considero a Barros e a FDC um suporte. No desespero, é para quem você corre. Ou seja, um porto seguro. A sensação que temos é que não é apenas um negócio. É mais do que um negócio. 

O que a Barros e FDC dão não é só o intelectual, tem amor na história.

O propósito é desenvolver a empresa, vê-los crescer, vê-los estarem melhor. Não é só a técnica e é esse envolvimento que faz toda a diferença. Não são pessoas que estão lá apenas para cumprir o protocolo, eles estão interessados no crescimento daquela organização, na performance naquela organização.

Eles estão presentes de corpo e alma. Se isso dá resultado com gente, imagina com empresa.

Faça como a Colmeia Modas e transforme a gestão da sua empresa com a Barros e a Fundação Dom Cabral. Clique no ícone de WhatsApp para conversar com os nossos especialistas e veja como você também pode ter a retomada necessária para o sucesso da sua empresa.

shares